segunda-feira, 16 de maio de 2011

Cotas Raciais – Argumentos Contra

A questão das cotas “raciais” é polêmica e gera muitas discussões; obviamente que preconceito e racismo podem determinar o posicionamento de uma pessoa, sendo a mesma a favor ou contra essas cotas, mas o objetivo aqui é analisar o posicionamento que se sustenta sem argumentos racistas.

Os argumentos centrais opostos às cotas raciais são:

* Cotas Raciais são Racistas:
Dentre os argumentos utilizados, esse é um dos mais recorrentes. De forma simples, faz-se um entendimento de que combater segregação e preconceito com atitudes que privilegiem determinados grupos sociais representa uma ironia. O que também é afirmado é que oferecer privilégios a grupos específicos significa identifica-los como menos capazes que os demais.
 
* Cotas Raciais são Injustas:
Indo na mesma linha do raciocínio anterior, aqui o que se diz é que, ao oferecer determinadas “facilidades” aos afrodescendentes, eles - o governo, os políticos idealizadores das cotas etc. - deixam de fora toda uma gama de outros indivíduos que disputam, por exemplo, uma vaga numa universidade, numa situação em que mesmo com um desempenho alto, acabam não conquistando uma vaga que o outro candidato, com cota, consegue, mesmo, em alguns casos, tendo uma nota menor. 
 
* Não Resolvem o Problema:
São, dizem, meramente paliativas. Não tratam a causa, não resolvem a situação e servem apenas como joguete político para mandar a sujeira pra debaixo do tapete. O que também é comum de se ouvir é que, principalmente no que se trata do ingresso na universidade, a disputa deveria ser baseada única e exclusivamente no desempenho do candidato; que deve entrar o mais preparado e que, esses sim, tenderão a ser os melhores profissionais no futuro.
 
* Cotas apenas Sociais são mais Aceitáveis:
Do lado oposicionista, os mais moderados em geral não se opõem às cotas sociais, pelo fato de a mesma ser um fator mais palpável e passível de análises menos abstratas. Análise da renda, por exemplo.
 
Rodrigo Constantino, no entanto, vai mais longe e se diz totalmente contra não apenas às cotas raciais, mas também as sociais. De acordo com ele, salvo engano, um sistema que adota cotas raciais age como um “Tribunal Racial, segregando e fomentando o racismo”.
Ele também diz que as cotas sociais “parecem uma confissão [por parte do governo] de impotência , de incompetência em oferecer ensino básico de boa qualidade para todos”
 
Nesse post então está uma síntese dos argumentos contrários às cotas raciais e que não representam a minha opinião. Concordo com diversos fatores abordados acima, mas creio se tratar de algo não tão simples quanto parece. Portanto, num outro post, tratarei dos argumentos que se colocam de acordo com o uso de cotas. Devo lembrar que não existe a menor intenção de descreditar uma ideia ou outra, mas sim de discuti-las. 

Para terminar quero expressar o meu total asco por figuras como Jair Bolsonaro. Pessoas como ele são exemplares do que existe de pior na nossa sociedade. É um dinossauro, um racista, um homofóbico e um indivíduo que devia ter nascido na época da Inquisição e não no século XXI. Como se já não fosse suficiente dizer asneiras sobre praticamente tudo o que discute, ainda acrescentou mais essa na sua coleção: “Eu não entraria em um avião pilotado por um cotista nem aceitaria ser operado por um médico cotista.”


Leia o post com os argumentos a favor: “Cotas Raciais - Argumentos a Favor”.

40 comentários:

  1. Respostas
    1. “Antes mesmo de ler esse BLOG já achava que: privilegiar negros, indígenas ou outros grupos sociais, é simplesmente dizer que eles’ são menos capares que passar em um vestibular, por exemplo, que outros .”

      Excluir
  2. vou usar as mesmas razões acima descritas, sem dizer a minhas que poderiam ser chocantemente racistas.

    ResponderExcluir
  3. porém dispenso a parte de nao ser tratado por um cotista ou algo do género, porque a cota não faz mau estudante, isso é estupidez extrema.

    ResponderExcluir
  4. Sou contra as cotas raciais, por varios motivos.
    1; Não só desfavore-se as pessoas que estudarão para entrar em uma universidade por exemplo,(Seja branca ou negra),como tambem, já de principio, deixa extremamente claro que, cotista está ali, não pelo seu esforço, e sim por cota, na forma vista por uma pessoa de fora.Acredito, que como sitado ao texto acima, devería ser feito de tal forma,exp.: Há 20 vagas para 50 pessoas. As 20 Melhor colocado, não emportando branco ou negro, forão os destaques e estudarão e conseguirão.
    O resto é resto, e tera que estudar mais, para uma 2ª tentativa, pois não mostrou conhecimento o suficiente para se incorporar aos que por mereto, conseguirão a vaga.

    2;Há mais de 100 anos(GRAÇAS A DEUS),Não se tem mais,trabalho escravo,Otimo.E formando um ponto de vista proprio e realista,ainda há trabalho escravo(para muitos brancos tambem)e préconseito,acredito que quanto mais o assunto crescer,e quanto mais discutirmos,mais rapido poderemos ganhar essa guerra, sou branco e sou contra o racismo, pois somos todos filhos de deus, alguns com mais oportunidades doque outros, mas se um "negro" conseguiu chegar a ponto de adentrar há faculdade, ou exercer qualquer atividade na qual por si mesmo, por seus méritos esta ali e conseguiu, parabens.Não há mais nada, a discutir, ele conseguiu e pronto, e ponto.
    Ao meu ponto de vista realista na qual citado acima sobre "Cotistas", acho que o maior erro parte de muito longe de muitos. Parte de dentro de faculdades,trabalhos,internet,concursos e etc.,não há um diretor de faculdade "negro",pois se existisse, nessa faculdade não háveria cotistas,não háveria fofocas nos áres dos corredores e ninguem olharia para uma pessoa morena dentro de uma faculdade exp., pensando, ele esta aqui, porque é "preto"., pensariam: ele está aqui pois é um vencedor assim como eu.As pessoas não se emportam mais em pensar como as pessoas pensão, e mudando totalmente de lado, esta pessoa negra se escutar isso, não haverá mais entusiasmo e força de vontade há estar em um lugar na qual é visto de forma diferente aos outros, e sim, se revoltarão, e não errados.
    Quem tem vontade e esforço a se capacitar, chega a qualquer lugar.
    Volto há recitar, que Cotas, SIM é um apoio ao racismo, é um pensamento incluido ao nosso ponto de vista, que favore-se e prejudicao muitos,não emportando a cor, mais sim a quem se esforçou mais ou menos.

    Gostaria de dizer a voçês, que faço direito e estou apenas no meu terçeiro período, e todos os dias estou na sala da direção para discutir aprender, e lutar contra isso, pois é injusto, não é um trabalho facil, mais se tirarmos isso de dentro de faculdades, já ganhará um grande valor sobre muitos lugares e espaço. Assim aconteçeu a abulição, e infelismente em pleno século XXI, ainda estamos lutando contra o preconseito,compre essa briga, pois se um dia você for prestar um concurso e não passar por que há cota para pessoas "negras",você íra correr atraz e ver que há direitos de você lutar e conseguir sua vaguinha.
    Pois existe uma lei na qual diz, que cotas são somente para pessoas especiais, como em um onibús.Não se pode tratar um "preto" como especial porque isso sim é racismo!
    Eu lutei e consegui provar adentro de uma faculdade,que cotas são prejudiciais a todos, é um grande passo, vamos juntos.Passo há passo, chegaremos la.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rohan Pow, Uau! você está no terceiro período do curso de direito e assassina o Português deste jeito, onde você aprendeu ortografia? pelo rádio? tem certeza que você não é cotista?

      Excluir
    2. É esse mais um dos motivos para eu ser contra as cotas raciais. Estou atualmente fazendo um trabalho escolar em que o tema era livre, escolhi justamente este e acabo por me deparar com o preconceito. O Rohan Pow pode não ter um português dos melhores, mas isso quer dizer que ele é um cotista? É como ver um médico negro e não querer ser atendido achando que ele não sabe o que faz, por ser um cotista...

      Excluir
    3. Amigos vou dar meu exemplo. Fiz o Enem em 2006 e entrei pela cota dos afrodescendentes na faculdade de engenharia e hoje estou formado e bem empregado. Na época eu sustentava minha mãe e 2 irmãos eu nunca conseguiria pagar pelo curso, que custa em média 2500,00 por mês. Então eu quero dizer o seguinte: as pessoas tem que parar de se preocupar se as cotas são ou não justas e se apegar aos resultados, porque as pessoas que ganharam essa oportunidade agarram e fazem por merecer, assim como fiz. Abraços

      Excluir
    4. "Amigo", você já parou para pensar no quão absurdas e preconceituosas são essas cotas raciais, além de serem extremamente injustas? Mesmo tendo facilitado a tua vida?? Já parou pra pensar que tem MUITO NEGRO RICO por aí tirando vaga de BRANCOS POBRES que fazem de tudo, se virando entre trabalho, cursinho e sei lá mais o que para poder entrar numa boa universidade, que pelas cotas racistas, esse branco pobre, que realmente merece estar numa boa faculdade por seu, e somente seu mérito se FODE só porque é branco????
      Queria lembrar não só a você, mas a todos que defendem as cotas raciais de que NÃO existe raça branca ou raça negra, o que já foi provado cientificamente é que existe apenas a raça HUMANA! Então qualquer distinção por cor é extremamente racista e ridícula, uma vez que classifica um individuo por cor da pele. Quanto a questão de compensar os negros por uma "divida" histórica que a nossa sociedade possa ter com eles cito dois pontos;
      1-Num país como o Brasil, essas malditas cotas raciais são mais estupidas ainda, já que somos um país de misturas! Tente achar entre a nossa população UM único brasileiro que não tenha uma gota de sangue afro descente.
      2-Agora eu pergunto. Para quem realmente entende de história, deveria saber que assim como os negros as mulheres também sofreram abusos como ainda sofrem. Historicamente então, a sociedade também tem um dever com elas não? Já que assim como os negros, ou talvez até mais, tiveram que lutar por seus direitos e ainda lutam, tais como direito ao voto, direito de ter total controle sobre seu corpo assim sendo protegida pelo estado contra o estupro, direito ao aborto, que agora retrocedeu com o "bendito" estatuto do nascituro e muitos outros.
      Por último queria deixar claro que apesar de não ser totalmente contra as cotas sociais, defendo a ideia de que isso definitivamente não é solução pra NADA! Uma vez que as cotas não façam nada a mais que permitir que pessoas despreparadas entrem na faculdade e além de ter uma grande chance de não conseguir acompanha os outros, se formem e tornem-se profissionais medíocres. Cotas de qualquer gênero são apenas uma forma de o governo tapar o sol com a peneira e enganar uma população desenformada. Cotas não são solução pra problema algum. Por que ao invés de cotas o governo não proporciona uma educação de qualidade para todos os cidadãos? Ou então ofereça um bom reforço educacional aos menos favorecidos, tornado-os aptos a serem recompensados por nada além de seus méritos.

      Excluir
    5. Engraçado que raças só não existem quando é conveniente.
      Mas enfim, raças de fato não existem,mas racismo sim e de forma bastante intensa. De uma forma ou de outra, já escrevi vários posts sobre isso e um, inclusive, com os argumentos a favor do uso de cotas. Se tiver interesse você pode lê-los.

      Excluir
    6. Creio que para poder formar uma opinião sobre certo assunto é necessário conhecer todos os lados existentes que cercam tal tema. Quanto as cotas conheço muito bem tanto os argumentos contra, os quais eu defendo, quanto os a favor. E continuo defendendo que as cotas raciais não passam de uma medida medíocre do governo, uma vez que além de nem de longe ser uma solução para o problema, fomenta o racismo, já que o próprio Estado promove uma distinção por cor da pele. Repito que apesar de não ser totalmente contra cotas sociais, acho que sejam mais aceitáveis, já que visam proporcionar oportunidades aos menos favorecidos, sem distinguir um individuo apenas pela cor da pela, o que inegavelmente é algo mais do que estupido, pois apesar de não serem maioria já existem sim muitos negros ricos, os quais se beneficiam dessas cotas raciais, sem falar que apesar de ser branca, também tenho sangue negro, assim como a maioria dos brasileiros. Por ultimo queria comentar o trecho onde você fala: "Engraçado que raças só não existem quando é conveniente." Acho que o certo seria: Engraçado que raças só existem quando é conveniente, já que todos defendem tanto que negros e brancos são iguais, porque trata-los com distinção?
      Racismo exite sim, não estou dizendo que não, mas já existem leis para acabar com ele. O negro não precisa de regalias dadas pelo governo para entrar numa boa faculdade, eles simplesmente precisa estudar e tirar uma nota classificatória no vestibular. Nada além disso. E toco em outro ponto, muitos grupos também sofrem de preconceito, tais como mulheres, gays, gordos, tatuados e muitos outros. Então porque eles também não recebem cotas destinadas a eles? Sinceramente, ainda não consegui achar um argumento aceitável para defender as cotas raciais.

      Excluir
  5. nossa nao acredito que vc esta no terceiro ano de direito com esse portugues orrivel que voce tem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é isso aew!! orrivel sem "h"
      o sujo falando do mal lavado.

      Excluir
  6. você não pode falar nada...
    escreveu "orrivel", ahsauhsuahsuah

    é horrível mesmo.
    vai estuda vocês todos.

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkkkkkkkk
    como os seres humanos são tolos tentam apontar erros nos outros mas nem olham os próprios.

    ResponderExcluir
  8. Pessoal, evitem comentar de forma anônima. Existe a opção "Nome ou URL". Então coloquem um nome, mesmo que seja apelido, caso contrário fica tudo muito bagunçado.

    ResponderExcluir
  9. oque mais me impresiona nos fracos É que eles presisam humilhar os outros para se sentirem fortes.

    enves de apontarem erros!!debatam o assunto,falem seus argumentos!!
    mostrem se fortes!!ele assasinou o portugues,oque isso importa?talvez eu esteja assasinando o portugues agora,e nao to nem ai!!mais uma coisa vcs teem q observar!!ele ta fazendo a parte dele como cidadao,e a de vcs?e apontar erros ou tentar concertar erros?
    pensem nisso,ta na hora de acordar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com você. Antes defender um ponto de vista e ter argumentos do que apontar erros nos outros e nao tomar um posicionamento. Para muitos pode até parecer bobagem, mas o exemplo do ônibus é muito bom. Tais regalias,poderia assim dizer, deveriam existir para pessoas com deficiências físicas, que possuem determinadas limitações, por exemplo. Ser negro ou branco nao altera a capacidade de uma pessoa. Não deve-se esquecer também que preconceito não remete apenas a negros, brancos e estudantes de escolas privadas estão sendo discriminados. Não devemos gerar acomodações. O mesmo direito de possuir uma educação de qualidade e ingressar na universidade assiste a todos.
      Sou contra as cotas raciais e considero as sociais mais aceitáveis.
      Não critique, independentemente da sua posição. Argumente. Questione o governo e exija um ensino público de qualidade.Afinal, é para isso que servem os impostos que pagamos.
      Excelente postagem, Fernando Borges. O blog está de parabéns.

      Excluir
    2. preciso de ajuda vou ter debate próxima semana, gostei muito do site dos cidadãos que colocaram suas ideias. preciso de novos ramos para classificar coisas CONTRA AS COTAS, pude extrair muito daqui, porem se houver mais coisas agradeço

      Excluir
  10. Cotas para negros é como dizer para essas pessoa:
    - Olha, você não têm capacidade de enfrentar um vestibular, pois vamos dar uma ajudinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está sendo bastante reducionista. Ações afirmativas não significam uma subestimação da capacidade de determinado grupo social ou minoria, mas sim uma consideração com todo o contexto histórico-social. E isso vale para todos os tipos de ações afirmativas.

      Excluir
    2. "...mas sim uma consideração com todo o contexto histórico-social" Então a Alemanha deve "eternas considerações" para os judeus, o mesmo para o EUA com o Japão!

      Excluir
    3. "Ah, sinceramente seu "Anônimo" que disse:
      "Sergioaoki , meu querido, vou te deixar um conselho que minha mãe sempre me fala " Quando não sabe o que for falar, é melhor ficar em silêncio" .. Eh justamente isso que as cotas querem mudar. Antigamente seria certíssimo dizer isso, até porque aposto que não foi você que foi escravizado e que não teve acesso a educação por anos, mas HOJE, no presente, é o que elas querem evitar que continue ou quem sabe aumente !!!"
      faço suas minhas palavras. Se for abrir a boca pra falar merda então que nem abra!!! Tu realmente acha que hoje, HOJE!, algum negro que prestar vestibular e tiver uma nota classificatória vai ser impedido de entrar na faculdade? Vai tomar bem tomado no cú! Além do que essas cotas não fazem nada mais que instigar o preconceito dentro da nossa sociedade, gerando comentários para os estudantes negros tais como: "só entrou na faculdade pelas cotas..." e muitos outros! Vê se expande os teus conhecimentos antes que querer criticar a opinião dos outros sem nenhuma base para isso. Abraços e minhas sinceras desculpas se fui muito indelicada. Não foi minha intenção. Ah, e mais uma coisa, em relação ao trecho do seu comentário em que você diz: "até porque aposto que não foi você que foi escravizado e que não teve acesso a educação por anos", aposto que também não foi você ou QUALQUER SER HUMANO VIVO, já que esses são fatos que nós só conhecemos pelos livros de história. Os negros que sofreram com isso já estão mortos a muito tempo. Lembrando que estou citando apenas os escravos negros que foram libertos em 13 de maio de 1888 quando a Rainha Isabel assinou a famosa Lei Áurea. E mais uma vez relembro a todos que o Brasil é um país de misturas, onde é uma árdua missão achar entre o nosso povo, mesmo tendo a pele branca, um único cidadão que não tenha uma única gota de sangue negro.

      Excluir
    4. Quanto mais escura é a tonalidade da pele, mais intenso é o racismo. Sermos uma país de população bastante miscigenada não implica em inexistência de racismo, pelo contrário. Somos uma nação extremamente racista.

      Mas enfim, fique à vontade para expor suas opiniões, mas NÃO XINGUE os outros leitores. Em geral eu deleto qualquer comentário mais desrespeitoso.

      Excluir
    5. ''Antigamente seria certíssimo dizer isso, até porque aposto que não foi você que foi escravizado e que não teve acesso a educação por anos'' As mulheres tb nao tiveram acesso a educação profissional por anos... mas hj elas tem, sao capazes e nao precisam de cotas.

      Excluir
  11. Muito bom esse post , mantem temas atuais instigando a profundidade analítica,

    Parabéns ,mas cota raciaial deveria ser cota social ,já que
    brancoa tambem são excluidos !

    Fernando -tqefls@yahoo.com.br direto do gueto de Sumaré SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro anônimo acima, acho que deverias conhecer melhor o termo "ações afirmativas", que na verdade é um conjunto de ações públicas ou privadas com o objetivo de reparar aspectos discriminatórios que prejudicam a inserção de pessoas de diversos grupos sociais há uma melhor qualidade de vida. No caso da cota racial é uma retratação histórica com os negros que foram escravizados, e não tiveram condições de obter mínimo de conhecimento. E hoje os descendentes dessa classe social também sofre com a falta de oportunidade, pois essa regra foi mantida, sobrando á eles empregos braçais e de pouca renda. O que não permite a maioria dos negros ter uma igualdade de condições de estudo com a demais população. Que recebem mesada do papai, estudam nas melhores escolas e recebem professores particulares em suas casas e vão ao shopping gastar a mesada no fim de semana. Diferente da maioria dos negros que estudam em escolas públicas precárias e tem que trabalhar desde cedo de domingo a domingo para poderem pagar seu cursinho. Bom se essas condições são iguais...SIM A COTA RACIAL!!!

      Excluir
  12. Ainda estou me posicionando sobre o assunto. Por hora, acredito que trata-se de um problema de cunho social, de modo que o mais apropriado seria adotar ações afirmativas de cunho social. Quero dizer, por que não estabelecer cotas sociais, aquelas em que os beneficiados são os de baixa renda? Lembrando apenas que dentre os 10% mais pobres no Brasil, segundo dados do IBGE 2010, 3/4 são negros. Em outras palavras, é possível adotar medidas que visam muito mais "curar" o problema em vez de simplesmente "tratar" a causa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marcelo. Ações afirmativas baseadas na renda já são utilizadas. Mas uma coisa não anula a outra. Não precisamos adotar apenas uma medida.

      Eu falei um pouco sobre isso no outro post "Cotas Raciais - Argumentos a Favor".

      Abraço

      Excluir
  13. Sou contra o sistema de cotas. Revela a profunda incompetência do Estado em promover uma educação pública decente. Ao invés de consertar o mal pela raiz (causa), querem maquiar as consequências de um ensino básico de péssima qualidade. E, de mais a mais, qual o "branco" brasileiro, cujos ascendentes estão aqui fixados há 300 anos ou mais, como é o meu caso, são de ascendência puramente européia? Apesar da cor clara da minha pele, tenho ancestrais negros, índios e judeus. Isso não torna ninguém pior ou melhor, só demonstra a falácia em se afirmar, unicamente com base na cor da pele e em traços fisionômicos, que fulano é afro-descendente e siclano não. Por uma escola pública de qualidade! Há que se atacar a causa! O PSDB e o PT estão no poder há quase vinte anos e não há e nem houve políticas públicas consistentes nesse sentido. A Coréia do Sul e os países da antiga União Sovíética são exemplos de erradicação do analfabetismo e de incrementação do nível de escolaridade em poucas décadas.

    ResponderExcluir
  14. Sou contra cotas raciais, somos uma nação mestiça, tenho uma amiga negra casada com um descendente de italianos, tem 2 filhos, por incrível que pareça um é loiro e a menina mulata. Os dois são descendentes de escravos, os dois, não apenas um, mas os dois. Só que a menina poderá se beneficiar por sistema de cotas o menino não.
    Não nego que nosso país tenha discriminados por cor da pele. Contudo, não podemos dizer que vivemos num país o qual não existiam oportunidades e somente os brancos possuem ou possuíam meios de ascenção academica. Vamos lembrar que já tivemos um presidente da república mulato. Vamos lembrar que o fundador da academia brasileira de letras era mulato. Que nossos dois últimos presidentes da república não poderiam ser qualificados como uma elite de linhagem pura branca.
    Simplesmente acredito que o sistema de cotas para universidades e serviço público seja a estratégia de um governo que não investe em educação pública e tenta desviar o debate para a simploria discussão de raças. Segundo dados do enem a maioria dos estudantes chega ao final do ensino médio sem conhecimentos suficientes em português e matemática - nem vamos citar outras matérias. Educação de qualidade a todos, inclusão educação sobre a escravidão. Sim, também é preciso lembrar que os europeus compravam escravos, na áfrica. Precisamos lembrar que quem vendia esses escravos eram negros. Sim, desculpe, mas a áfrica viveu durante muito tempo de vender pessoas escravizar em guerras tribais. Devemos também discutir isso se vamos falar de história.
    Agora se vamos falar de justiça social, devemos discutir sobre a valorização do professor, da revolução na educação. Deixamos falar que educação de base sempre colocou o negro, o branco, o verde, o rosa com bolinhas em posição de destaque em nossa sociedade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. em relação as cotas raciais.
      tendo em vista que o nosso governo não cumpre com sua obrigação de cumprir o que esta previsto na carta magna em cumprimento da lei, todos nós sabemos que não é suficiente promover o mínimo para o povo que esta esquecido a muito tempo.
      não é fácil dizer que todos são mistura de raças sem mais

      Excluir
    2. curtir muito sua colocação em meio ao conflito de impasse existente, e apoio

      Excluir
  15. sou mais a favor das cotas sociais pois nem todos os negros sao pobres, e nem todos os brancos sao ricos

    ResponderExcluir
  16. Meu deus estudantes de ensino médio, ou pessoas sem conhecimento sobre a área não deveriam comentar, sério gente, estudem mais pra comentar aki. Olha vou mostrar meus argumentos pra ser a favor:
    Primeiro temos que entender que raça humana não existe, não existe branco, negro, asiático, isso é um conceito antropológico complicado mas se vcs pesquisarem vão ver que é verdade. Isso ja cai por terra a teoria da miscegenia do brasil. Logo o que difere nas pessoas são caracteristicas genéticas, e a presença maior de melanina no caso. Me respondam uma coisa, Pq vcs acham que eles não tiram amostra de sangue pra comprovar se a pessoa vem de origem negra?? Pq quem sofre preconceito no Brasil é a pessoa que tem fenótipo e não necessariamente linhagem negra. Eu fico triste de ver casos como o do Rohan Pow, tenho certeza que ele nunca viu uma favela de perto, dificilmente estudou em uma escola pública e principalmente não é negro, falo isso mas não sou tambem, só que o disparate de pessoas brancas em universidades federais é muito grande, estudo em uma e apesar de ser na região norte ah uma gigante maioria branca. Claro como essas pessoas vão deixar o preconceito de lado convivendo só com pessoas brancas?
    Ta na hora de olhar ao nosso redor,que é dificil ser pobre, mas é muito mais dificil ser pobre e negro.
    Algumas pessoas não entendem também que se trata de uma política pública e como qualquer uma tem prazo pra terminar, e a questão não é de menosprezar ou inferiorizar o negro, e sim tentar consertar um erro histórico no brasil, tentar diminuir o preconceito que se esconde por trás dos negros.

    ResponderExcluir
  17. Sou branca e baiana..que prejuízo. Na minha infância paupérrima no interior passei fome e sofri muitos abusos. Fui "apadrinhada" por uma família de classe média que me ofereceu algum auxílio, mas estudei em escola pública onde sofri muito preconceito por ser branca. O sistema de cotas é burro, racista e cruel. Aqui a maioria dos pretos que conheço tiveram bem mais acesso a educação do que brancos e pobres do sertão baiano. Que coisaaaa!! E o fato é que me identifico bastante com a cultura negra. Só lembro que sou branca quando me vejo no espelho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... Esse é o seu privilégio. Não ter tudo e todos constantemente te lembrando qual é a sua cor e qual é o seu lugar.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...